Seja bem vindo!!
Que Jesus te abençoe!

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Não somos COITADOS, mas ESCOLHIDOS do Senhor!

Não existem coitados no mundo, nas ruas, nas sarjetas sociais. Muito menos existem coitados na igreja. Não pode ser taxado de coitado nem quem serve ao inferno nem quem, por causa das circunstâncias, fez-se eunuco pelo Reino de DEUS. 
Assim como não deve se fazer de coitado quem foi repudiado por um cônjuge, também não é coitado quem está sofrendo porque, no passado, repudiou a sua família. Não existem coitados! Existem, sim, injustiçados ou culpados. 

Muitas pessoas, que sofreram e ainda sofrem com o repúdio familiar, costumam vestir a capa do diminutivo “coitadinho” para que as outras sintam um pouco de “pena”, de dó delas. Quem se veste de coitado, considerando-se cristão, esquece-se de que, a cada dia, mais longe está do Reino de DEUS, que não foi feito para os coitados, mas para os iluminados, os que sabem erguer a cabeça e seguir adiante em meio às grandes tempestades. 
É pouco provável que um cônjuge, vivendo no auge do pecado, seja visto pelo demais como um coitadinho. Esse adjetivo é mais aplicado pela sociedade às pessoas que foram abandonadas sem motivo, vítimas de alguma injustiça e, por isso, vivem sofrendo, amarguradas; ou aqueles que, por terem cometido graves erros no passado, hoje colhem os resultados sobre um leito de hospital ou de miséria social. 


Porém, ninguém, aos olhos de DEUS, é coitado, coitadinho ou coitadinha nessa história. Os que vivem no mundo, desobedientes aos conselhos do SENHOR, são o resultado perfeito daquilo que plantaram. Se morrerem nessa condição e, no grande DIA, forem condenados ao inferno, ainda assim não poderão ser vistos como coitados. Assim os verdadeiros cristãos, que sofreram e sofrem muitas injustiças no mundo, mas que permanecem caminhando com o PAI, são frutos dos desígnios e da bondade do SENHOR sobre suas vidas. Ainda que tenha sido você a (o) responsável pela separação conjugal; se, adiante, pediu perdão a DEUS e se posicionou corretamente, não deve se sentir coitado (a) nem culpado (a) mais. O Sangue de JESUS apagou os teus pecados e hoje você busca aquilo que é justo e certo para a sua vida. 

O diabo, através de uma sociedade corrompida por ele, costuma ver os filhos do SENHOR, na dor por causa da ignorância que há neles, como coitadinhos, entregues à lama do sofrimento. Um cristão, repudiado pelo cônjuge, não se torna coitado por causa disso, ainda que se encontre em situação financeira, material e emocional muito difícil; e o outro, o que repudiou, esteja aparentemente bem, mergulhando no mar da prosperidade material. 

Todo cristão está sujeito, neste mundo, a adoecer, a ir para leito de hospitais, a contrair doenças, a ficar desempregado, assim como a ser abandonando pelo cônjuge e ver a família ruir. Somos vitimados por tais coisas porque fazemos parte de uma sociedade sem DEUS, corrompida pelo diabo, injusta e perversa; mas nem por isso devemos baixar a cabeça e nos entregar àquilo do qual fomos vitimados. 

Ser filho de DEUS, santo, afastado do mundanismo, é um privilégio para poucos. Assim como ser herdeiro do Seu Reino e templo e morada do Seu Espírito. Não há nada, neste mundo, que nos faça perder a condição privilegiada que nos foi dada por DEUS. A igreja precisa colocar à frente de tudo esse privilégio. O apóstolo Paulo, consciente da importância que ele tinha para DEUS, certa vez escreveu à igreja em Roma:  
“Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; somos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas as coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que, nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8:35-39). 
Paulo passou por todos esses dissabores citados, mas nem por isso se fez de coitadinho para os incrédulos. Nem mesmo quando, após levar uma grande surra, fora conduzido com Silas para o cárcere. Eles não ficaram gritando na porta da prisão: “Tirem-nos daqui! Estamos sofrendo muito... Tenham dó de nossas vidas”. Não! Com o físico rasgado e sangrando muito, com as pernas e presas, perto da meia-noite adoraram ao DEUS de sua salvação; e foram libertos maravilhosamente. 
O segredo é não chorar por aquilo que satanás executa. Jó, no auge da miséria, foi visto pela esposa como um coitadinho, aquela pessoa sem esperança nem perspectiva de nada: “Ainda reténs a tua sinceridade? Amaldiçoa o teu Deus e morre” (Jó 2:9). Jó não se fez de coitadinho e logo respondeu: “Como fala qualquer doida, falas tu. Receberemos o bem de Deus e não receberemos o mal? Em tudo isto Jó não pecou Jó com os seus lábios” (vers. 10). A consciência do injustiçado homem de que aquela prova se converteria em bem na sua vida inspirou as palavras de Paulo muito tempo depois: “TODAS as coisas cooperam juntamente para o bemdaqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”(Romanos 8:28) (grifo meu). Desde que o SENHOR me fez enxergar o que sou e o que represento para o Reino DELE, nunca mais derramei uma só lágrima pelas injustiças a que sou vitimado. Se estou com CRISTO, então todas as coisas, boas e más, cooperarão para o meu bem. Hoje, minhas lágrimas só escorrem do meu rosto quando sei o quanto desagrado o Espírito Santo por causa dos meus pecados.   

Se o desemprego, a fome, a nudez bateram a sua porta como cristão, não murmure nem se faça de coitadinho para as pessoas terem “pena” de você. Antes, dê glória a DEUS no meio das dificuldades para que todos possam ver a presença do Espírito Santo em sua vida. O conselho majestoso e perfeito vem do apóstolo Pedro em sua Epístola: 
“Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse. Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus. Quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós é glorificado. Que nenhum de vós padeça como homicida, ou ladrão, ou malfeitor, ou como os que se entremete em negócios alheios; mas, se padece como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus nesta parte. Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus; e, se primeiro começa por nós, qual será o fim daqueles que são desobedientes ao evangelho de Deus?” (1 Pedro 4:12-17) (grifo meu). 
Não somos coitadinhos, nem bestas, nem idiotas, simplesmente porque fomos repudiados, abandonados, trocados ou substituídos. Somos preciosos para DEUS, a pedra mais valiosa do seu Reino e a menina dos Seus olhos: “Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Depois da glória ele me enviou às nações que vos despojaram; porque aquele que tocar em vós toca na menina do seu olho” (Zacarias 2:8). A igreja do SENHOR não pode ser comparada com nada que existe embaixo do Céu. Ele é única, perfeita no Amor de CRISTO; e os únicos e verdadeiros conceitos e adjetivos que podem ser atribuídos a ela são aqueles que vêm do coração de DEUS. 
Quem perde é quem deixa de ser uma só carne com a primeira esposa ou primeiro marido, aquela ou aquele que DEUS uniu e testemunhou. Quem perde é quem deixa de andar debaixo das promessas do SENHOR para viver segundo as concupiscências da carne, do engano e da derrota. Quem deve se sentir sujo, derrotado e desprezado é aquele (ou aquela) que anda fazendo a vontade do diabo; e não nós, igreja de CRISTO, que, embora com muitas lutas e dificuldades, somos acompanhados e guardados pelo Espírito do SENHOR. Levante a sua cabeça e caminhe para o REINO. DEUS tem sempre o melhor para a sua vida, com ou sem o seu cônjuge...

(Quero dedicar esta reflexão à menina dos olhos do SENHOR, Angélica Patrícia. O Senhor é contigo por onde quer que andares!).

Em CRISTO,


FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é pastor e líder do Ministério Restaurando Famílias para Cristo.  

 
Visite os Sites:

Um comentário:

  1. Olá, parabéns pelo blog.

    Sabemos o quanto é difícil aproximar os jovens dos trabalhos de Deus e ter uma vida voltada à palavra.

    Gostaríamos que você conhecesse nosso trabalho com vestuário.

    São camisetas, blusas, que contêm a verdadeira palavra estampada, permitindo que nosso testemunho seja diário e independente de onde estivermos.

    Visite: www.useide.com e conheça nosso trabalho também.

    Se você puder dar uma força promovendo nosso site, agradecemos.

    Qualquer dúvida, entre em contato conosco: contato@useide.com

    Agradecemos desde já. :)

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário!!!!