Seja bem vindo!!
Que Jesus te abençoe!

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Pornografia. O que você guarda na sua mente?

Quando estamos dispostos a servir ao Senhor e a viver uma vida que possa ser modelo para nossos irmãos, principalmente os mais jovens, devemos procurar encher nossa vida com a Palavra de Deus, meditando sempre nela e estar sempre em comunhão com Cristo. Desta forma, conseguiremos andar longe de inúmeros problemas da mocidade, entre eles a tão destruidora pornografia. Na verdade, a pornografia não tem atingido apenas os mais jovens, pessoas casadas, em idade adulta também costumam enfrentar esse problema. A diferença na hora de vencer essa batalha é o que eu e você trazemos para dentro de nossas mentes.


Muitas pessoas vivem uma luta constante contra o vício da pornografia, masturbação, sexo virtual e outras práticas similares. Difícil é, hoje em dia, encontrarmos algum pai que nunca teve esse problema com os filhos, em muitos casos, por falta de dar atenção aos filhos, ou procurar estar mais próximos deles, os pais tem este problema dentro de casa e não sabem. Um bom exemplo do que estou falando é o caso de um parente próximo que teve as contas telefônicas com valores acima do normal com números desconhecidos e, só depois de algum tempo, resolveu conferir de onde eram os números e, para sua surpresa, eram ligações em horários alternativos para o "Disk sexo". O filho mais velho de quatro irmãos estava na prática há muito tempo.

Quando carregamos nossas mentes com a pornografia, nos deixamos ser afetados com a forma que vemos o sexo oposto, prejudicando também o nosso relacionamento com ele. Quando por ocasião de algum encontro amoroso, cada pensamento erótico virá à tona e poderá trazer sérias consequências comprometendo a sua imagem diante da outra pessoa com quem estiver. Nós precisamos sempre nos deixar ser orientados pela Palavra de Deus em situações como essas para que possamos vencer tão grande luta. Quando sucumbimos ao problema da lascívia corremos o risco de ter a nossa integridade comprometida e, para que ninguém despreze a nossa integridade enquanto cristãos, precisamos ser fiéis a Palavra e saber tratar o nosso oposto com amor, brandura, fé e pureza. É assim que devemos nos portar. Se eu e você amamos, saberemos esperar a hora certa da intimidade, que não precisará vir acompanhada de pornografia.

Quando ainda namorava a minha esposa, disse para ela que gostaria que o nosso namoro fosse exemplo para que nós pudéssemos ser exemplo para os outros no futuro, graças a Deus que nos deu muita perseverança nisso, e creio que o nosso namoro foi exemplo, e somente por isso, tenho coragem de falar sobre o assunto. Pornografia nunca foi nomeada em nosso relacionamento, nosso namoro foi pautado por um profundo respeito um pelo outro. O desejo sexual precisa ser mantido dentro dos padrões que Deus nos deu, o sexo poderá ser uma bênção quando realizado dentro do que Deus preparou para nós, não precisamos dele indiscriminadamente e fora do casamento, e o uso da pornografia leva o indivíduo a fazer isso, por que a pornografia é como um combustível pronto para explodir, fazendo com que o desejo sexual exerça domínio sobre quem a pratica. Temos uma solução, e esta será sempre ir para os pés do Senhor Jesus e meditar muito na Palavra de Deus, somente assim teremos os meios pelos quais poderemos vencer esse mal.

O apóstolo Paulo nos afirma que "foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem submeter novamente a um jugo de escravidão. (Gál. 5:1). Desta forma podemos ver que:  Cristo nos libertou para sermos livres, inclusive da pornografia Devemos permanecer firmes, isso inclui oração, leitura da Palavra e jejum Não devemos nos deixar submeter novamente a um jugo de escravidão, e quem não deve deixar somos nós, uma vez que fomos libertos. O jugo, como nós já sabemos era um tipo de barra de madeira curvada e que era colocada nos pescoços dos bois para puxar os carros ou arados, e era pesado. Certamente que a pornografia é um peso que não temos a necessidade de carregar nas costas. Cristo nos dá plena liberdade para não vivermos com esse jugo terrível.

Muitos pensam que fazendo uso da pornografia irão perder a inibição na hora do sexo, enquanto na verdade só trará prejuízos, pois quando alguém faz o exercício da lascívia, que é companheira da pornografia, as cenas que a pessoa vê acabam por se enraizar em sua mente, e como temos uma memória extraordinária, essas cenas nunca irão desaparecer por completo. Pensemos bem, cobiçar uma mulher não é apenas algo imaginário. Lembremos das palavras de Jesus em Mateus 5:28: "Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração." Agora imagine quando alguém vê um filme ou entra em algum site de conteúdo pornográfico, e vê inúmeras cenas de nudez, e é por certo que desejará a todas.

Há algum problema em ver pornografia?

É claro que sim!

Quando nos envolvemos com essa prática, acabamos por olhar para as mulheres, no caso dos homens; e para os homens, no caso das mulheres, como simples objetos sexuais descartáveis. Usou, descartou. Veja que é assim que o mundo vê alguém do sexo oposto. Uma noite, muitas bebidas, muitos "objetos" para usar e depois descartar. Com o povo de Deus não deve ser assim. Com o tempo, o aspecto físico do sexo oposto se tornará ofuscado e não veremos o sexo oposto como um ser criado por Deus dotado de sentimentos, pois quem faz uso de um objeto o vê como desprovido de sentimentos. Afinal, objeto é objeto, usa-se e descarta-se.

Há ainda outros problemas em ver pornografia, que é nutrir a nossa natureza pecaminosa com os piores dos nutrientes que são as obras da carne, basta um pouco desse fermento que o "bolo de problemas" irá crescer: "Um pouco de fermento leveda toda a massa." (Gál. 5:9). O que está patente aí são as obras da carne, as quais no lugar de agradar a Deus, faz com que agrademos apenas a nossa natureza carnal e nos leva a produzir um estilo de vida de pessoas que não se importam com Deus e com os outros. "Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor." (Gál. 5:13).

A identidade secreta

Outro problema que a pornografia gera na vida de muitos é o estilo de vida dupla e secreta, que ofusca a nossa transparência pessoal, pois quem pratica a pornografia não costuma falar do assunto, e consequentemente, procura manter em segredo tal estilo de vida. E o pior, entristece a Cristo que se entregou por nossos pecados para que pudéssemos experimentar a salvação e o perdão dos pecados. A lascívia é um dos pecados que também levaram JESUS a ser pregado na cruz. Temos formas melhores de aproveitar a nossa mocidade, e uma delas não é com a pornografia, pois haveremos de prestar contas diante de Deus por causa disso (Rom. 14:12).

Como posso ficar livre da pornografia?


Ir para Cristo é o primeiro passo, e no Salmo 119:9-11 vemos uma bela explicação de como nos guardar em um caminho puro: "Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti."



  1. Observar a Palavra de Deus
  2. Buscar a Deus de coração
  3. Desejar viver de acordo com a Palavra do Senhor
  4. Guardar a Palavra de Deus no coração para assim evitar o pecado.
Seja honesto diante de Deus e confesse seus pecados

Todos nós enfrentamos em um momento de nossas vidas algum tipo de tentação, dentre elas, a da pornografia, ninguém jamais venceu todas as tentações, exceto aquele que morreu e ressurgiu dentre os mortos, Jesus. Então para que possamos vencer o mal da pornografia, precisamos ser honestos a ponto de reconhecer o nosso erro e confessar o erro dando nome aos "bois". Não fuja da confissão, confesse ao Senhor e diga qual foi o pecado cometido, ande na luz. Vejamos o que o Senhor nos ensina na sua Palavra por meio do apóstolo João: "Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade. Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado. Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça." (I Jo. 1:6-9). JESUS é e tem a solução.

Continue a construir a sua casa

Há algum meses, em minha casa havia um muro que fazia divisa com o meu vizinho o qual eu queria levantá-lo e fechar o corredor com telhas, mas ao tocar no muro eu o balancei para lá e para cá para ver como ele estava, e verifiquei que não suportaria o peso do madeiramento e das telhas, por isso pedi ao homem que faria o serviço para derrubar todo o muro e ainda lhe pedi que fizesse algumas colunas de concreto e que fossem fundas para evitar transtornos, ele porém disse que o muro suportaria. Porém insisti com ele que fizesse como eu queria para que não corrêssemos o risco de fazer o trabalho duas vezes e, quando ele derrubou uma parte do muro, todo o restante caiu. Veja! Já pensou se eu não tivesse insistido? Com certeza quando colocasse o peso das madeiras e as telhas tudo teria ido abaixo.

Assim, precisamos também construir nossa casa bem fundamentada e com muros fortes para não corrermos o risco de cair. A resistência da nossa casa, o fundamento dela deve ser JESUS, pois é impossível construir uma casa segura sem esse fundamento (Leia Mat. 7:24-27). Deus é um Deus pessoal, por isso precisamos ter um sólido alicerce espiritual construído a partir de um relacionamento pessoal com Ele. Não há como alcançar libertação dos pecados sexuais ou de qualquer outro pecado senão por meio de Cristo e com um relacionamento pessoal com Ele.

Precisamos de bons materiais para seguir em frente
  • Sujeição a Deus: Quando a nossa vida estiver sob o controle e submissão a Deus e deixarmos que Ele direcione nossas vidas, então teremos mais forças para prosseguir, sujeição a Deus é um bom 'material' para usarmos em nossa casa espiritual (Tiago 4:7).
  • Sobriedade: Os sóbrios andam na luz, e essa luz é a Palavra de Deus, medite nela (Sal. 119:15; 119:105).
  • Reconhecer o pecado: Reconheça quando errar e confesse ao Senhor (I Jo. 1:8-9)
  • Use a Palavra de Deus: Use sempre a Palavra de Deus de forma prática em sua vida, Jesus sempre fez uso das Escrituras para vencer o inimigo (Mat. 4:4,7,10).
  • Busque a Deus: Tenha uma vida disciplinada de oração (Is. 26:9; Sal. 5:2; Sal. 55:17; Is. 55:6; Sal. 105:4; I Cron. 16:11; Am. 5:6).
  • Cuidado: Cuidado com o que você vê, basta um clique ou uma folheada e pronto...
O que devo ocupar os meus pensamentos?

O apóstolo Paulo nos dá a dica: "Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é venerável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude e se há algum louvor, seja isso o que ocupe os vossos pensamentos." (Fil. 4:8). Não devemos nos conformar com o padrão do mundo, no mundo tudo que fazemos é normal, seja bom ou seja ruim, não há mais padrão de uma vida moral reta, cada um faz o que quer. Para quem quer viver com Deus, temos outro bom conselho na Palavra do que fazer com nossa mente: "e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." (Rom. 12:2 SBB).

Para todos nós, há ainda muito o que aprender, porém temos um forte aliado que é maior do que aquele que está no mundo, e o seu nome é Jesus (I Jo. 4:4).

Por fim, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder (Ef. 6:10)

Deus abençoe sua vida.
Em Cristo Luiz Rafael

Fonte: Ouça a Palavra de Deus | Divulgação: Nos Caminhos do Pai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!!!!